As Roupas de Astronautas são muito mais que Proteção

Roupa de Astronauta
Trajes espaciais

Provavelmente você já deve ter se imaginado vestindo um traje espacial e dando uma volta na lua ou em Marte ou quem sabe até flutuando pelo espaço. Pode até parecer algo bem legal de fazer, mas saiba que no espaço a sua vida está a todo momento por um fio. É por isso que o traje espacial é tão importante pois a sua principal função é te manter vivo.

Existem alguns tipos de trajes, cada um para uma finalidade. Você já deve ter reparado que há uniformes na cor laranja, existem uniformes brancos, e outros que de tantos equipamentos faz parecer que o astronauta é um robô. Basicamente os uniformes laranjas são usados nas etapas de lançamento e reentrada na atmosfera. Os trajes brancos são utilizados para atividades fora da espaçonave.

Trajes laranjas – ACES

Sem dúvida, um dos momentos mais críticos em viagens espaciais são os momentos do lançamento e da re-entrada. Durante estas etapas são utilizados os trajes ACES (os famosos macacões laranjas).

Agora veja o tamanho da encrenca:

Traje ACES
Traje ACES

Diferente de aviões, o foguete sobe na vertical. Para conseguir vencer a força da gravidade e escapar da atmosfera da Terra, é necessário muita força. Tanta força que acaba gerando muita pressão nos corpos dos astronautas. Em média o lançamento dura 9 minutos e é um período crítico onde muita coisa pode sair errado. E no caso de falha, a roupa do astronauta deve estar preparada para algumas emergências.

Os trajes ACES possuem:

• AparelhoS de comunicações;
• Proteção contra exposição em situações de emergência;
• Paraquedas;
• Bolhas internas que são infladas com oxigênio.
• Luvas, Capacetes e Botas.

No caso da reentrada, o astronauta que esteve um bom tempo no espaço passa de um ambiente com microgravidade, para a outro com a força da gravidade da Terra. A tendência é que o sangue desça repentinamente e se acumule na parte inferior do corpo. Se isso acontecer, o astronauta desmaia na hora. A roupa deve exercer forte pressão no abdômen e nas pernas evitando que o sangue desça. Ou seja, além da força “G”, o astronauta ainda tem que lidar com a pressão do próprio macacão.

O traje ACES é basicamente uma roupa de emergência. Conta com uma mochila com suprimentos essenciais para sobrevivência e para-quedas. O peso total é de 41.7 quilos.

No momento do lançamento e da re-entrada o traje é pressurizado. E possui autonomia de 10 minutos de oxigênio.

Trajes de Exploração

Para atividades fora da espaçonave os trajes devem ser ainda mais sofisticados e seguros.

Devemos lembrar que o espaço é um local totalmente hostil, que além da falta de oxigênio, o astronauta está exposto a radiações, ambiente congelante, acidentes com lixo espacial ou até ser atingido por micro meteoritos. Um lugar onde não há chance para erro, uma pequena falha pode levar o astronauta a morte em segundos.

Roupa para exploração espacial
Roupa para exploração espacial

A roupa para atividades fora da espaçonave deve ser capaz de manter a segurança em todas essas situações simultaneamente.

Chamado de Extra-Vehicular Mobility Unit ou EMU, pesa em torno de 55 quilos. É composto de 14 camadas de proteção, esta roupa é capaz de proteger o astronautas de pequenos meteoros que podem atingi-los com a velocidade de uma bala.

Cada camada da roupa tem uma finalidade. As primeiras camadas, de dentro para fora, são responsáveis pela refrigeração interna mantendo a temperatura do corpo. A refrigeração é feita por ventilação e resfriamento a água. A água é distribuída através de tubos fazendo com que o líquido circule por toda a roupa.

Há uma camada com bolha de pressão de nylon revestido de uretano e uma camada para controle de pressão. As camadas externas servem para amortecer e proteger contra micro meteoróides e protege também da temperatura externa do ambiente.

Pode se dizer que o traje EMU é uma pequena nave espacial. Contem equipamentos de proteção, comunicação e sobrevivência.

Nas costas há uma grande mochila. É lá que ficam os tanques de oxigênio, baterias, equipamento de resfriamento, ventilação, maquinário e rádio.

Trabalhos no espaço fora das espaçonaves podem levar horas. sendo assim esses trajes possuem oxigênio suficiente para 7 horas no espaço. Além disso há mais dois tanques reservas de oxigênio com autonomia para mais 30 minutos em casos de emergência.

Para que o astronauta possa ficar tanto tempo fora da nave, o traje conta com um recipiente com 950ml de água potável para beber. Esta água chega a boca através de uma mangueira controlada por válvulas.

Daí você pode se perguntar: Se ele pode ficar 7 horas no espaço e tem até água para beber, e quando chega a hora de ir ao banheiro? Como é que faz?

Pois bem, de baixo desta tecnologia toda, não há como escapar das necessidades humanas. Então antes de vestir a roupa o astronauta veste uma frauda de tamanho adulto com material super extra absorvente para coleta de urina.

O problema é se for o número “2”, daí não tem jeito mesmo ,o astronauta tem que retornar a nave.

O Capacete é de plástico muito resistente e anti-impacto. Contém ar pressurizado. O oxigênio é circulado dentro do capacete para respiração. Após a respiração é sugado para o compartimento traseiro para retirada do dióxido de carbono.

Na viseira do capacete há câmeras, equipamentos de comunicação e holofotes para iluminação do ambiente externo. Há também uma proteção dourada quando o astronauta estiver exposto a luz direta do sol.

Luvas: Há duas luvas! Uma confortável interna e a luva externa com todas as 14 camadas de revestimento de proteção. As luvas possuem argolas para amarrar pequenas ferramentas e equipamentos.

Andar no espaço vestido de astronauta a princípio pode parecer legal. Mas garanto que depois de ler este post, muita gente vai pensar duas vezes antes de querer ir para o espaço!