Encontrados compostos orgânicos no planeta anão Ceres

Cientístas descobrem compostos orgânicos em Ceres

Um grupo de cientistas que trabalha na missão Dawn descobriram evidências da presença de compostos orgânicos complexos na superfície do planeta anão Ceres, localizado no cinturão de asteroides entre Marte e Júpiter, foi descoberto em 1801, recebendo a classificação de planeta anão em 2006.

A descoberta dos compostos orgânicos foi divulgada num artigo publicado na revista Science em fevereido de 2017. No artigo é sugerido que o planeta anão poderá possuir condições ambientais favoráveis à produção de componentes essenciais à vida tal como a conhecemos. As moléculas foram detetadas numa extensa área junto a Ernutet, uma cratera com 52 km de diâmetro localizada no hemisfério norte de Ceres.

Ceres- planeta anão localizado no cinturão de asteroides entre Marte e Júpiter
Ceres- planeta anão localizado no cinturão de asteroides entre Marte e Júpiter

“Esta é a primeira deteção inequívoca de moléculas orgânicas a partir de uma órbita em redor de um objeto da Cintura de Asteroides”, afirmou Maria Cristina De Sanctis, investigadora da missão Dawn.  Os dados recolhidos suportam a ideia de que estes materiais são nativos de Ceres. “Esta descoberta melhora a nossa compreensão acerca das possíveis origens da água e das moléculas orgânicas na Terra”, disse Julie Castillo-Rogez. A presença de filossilicatos e carbonatos na superfície cereriana tinham já denunciado a presença de um ambiente quente e rico em água no interior do planeta anão.

Os materiais detetados encontram-se distribuídos numa área com aproximadamente 1000 km2. O sinal é particularmente intenso no interior e em redor da cratera Ernutet, mas foram observados também pequenos sinais dispersos em áreas mais afastadas da cratera. Estes locais coincidem com áreas com um aspeto mais avermelhado que a restante superfície de Ceres. “Estamos ainda a trabalhar na compreensão do contexto geológico destes materiais”, afirmou Carle Pieters, investigador da Universidade Brown, nos Estados Unidos.

Dawn irá prosseguir com a observação de Ceres a procura de novas pistas e comprovações de compostos orgânicos complexos.

 

Fonte: http://science.sciencemag.org/content/355/6326/719