Explicação do Sinal Potente Vindo do Espaço Detectado na Russia

Sinal de Rádio Recebido
Sinal de Rádio Recebido

Enfim, termina o mistério sobre o potente sinal de rádio vindo do espaço que foi detectado na Russia em 2015, E divulgado do final de agosto deste ano.

Para quem não está sabendo, a cerca foi divulgado que astrônomos russos em conjunto com pesquisadores do Instituto SETI detectaram em maio de 2015 um potente sinal de rádio supostamente vindo da constelação de Hercules, de uma estrela muito parecida com o nosso Sol a HD164595.

Ratan - Russia
Ratan – Russia

O sinal durou apenas dois segundos, mas o que realmente chamou a atenção foi a sua intensidade de 11 gigaherts, e isso é muita coisa, é realmente um sinal muito forte, pincipalmente se considerar que veio de uma estrela a 95 anos luz da terra.

Mas como foi dito, o sinal e foi detectado em 2015, e nem mesmos os astrônomos russos levaram o fato muito a sério, principalmente porque o sinal veio na faixa de uma frequência militar, então possivelmente podia ser um alarme falso.

Acontece que em setembro, houve um congresso Internacional de astronáutica no México, e alguém descobriu um mês antes que os russos iriam abordar este caso no evento. Daí, para a notícia cair na Internet e se espalhar como o primeiro sinal de rádio de vida alienígena foi um pulo. Todos os principais jornais e blogs de astronomia comentaram sobre o sinal potente.

Devido a repercussão o Instituto SETI voltou a pesquisar o caso.  Ficou literalmente dois dias com todo o conjunto de rádios telescópios do Allen apontados para a estrela HD164595.

E infelizmente não foi desta vez que foi comprovado um sinal alienígena.

E logo em seguida os russos também encontraram uma explicação. De acordo com a Academia de Ciências da Russia, a origem do sinal foi uma interferência causada por um satélite militar.

O Instituto Seti, adverte que alarmes falsos como esses, são muito comuns e a tendência é que muitos alarmes falsos ainda vão surgir, até que um dia quem sabe tenhamos então um sinal real de vida alienígena. Ficamos na torcida.