Jupiter em infravermelho

Jupiter em infravermelho
Jupiter em infravermelho

Após chegar ao planeta Júpiter em julho deste ano, a sonda Juno finalmente executou o seu primeiro rasante no dia 27 de agosto. Sua maior aproximação foi a 4.200 quilômetros do planeta.
O rasante durou 6 horas e foram obtidos 6 megabytes de dados. Toda essa informação levou um dia e meio para chegar.

Foram tiradas fotos do pólo norte de Júpiter.

Polo Norte de Jupiter
Polo Norte de Jupiter

Nesta foto a 165.000 quilômetros de distância, o pólo norte do planeta apresenta uma atividade atmosférica muito complexa e diferente de tudo que já foi visto.

Durante a passagem um instrumento denominado WAVE, que capta ondas de rádio e plasma. Se concentrou nas ondas emitidas pelas auroras de Júpiter. Esses dados foram convertidos em uma freqüência audível, gerando um incrível som. Você poderá ouvi-lo assistindo o video desta página.

Aurora de Jupiter em infravermelho
Aurora de Jupiter em infravermelho

Outro instrumento o JIRAM, um equipamento desenvolvido na Itália responsável por gerar imagens em infravermelho, forneceu esta espetacular foto das auroras de Júpiter.

Esses dados são apenas parte do material obtido pela sonda nesse primeiro rasante. No total serão 37 voltas em torno do planeta, até que sua ultima volta seja uma aproximação suicida onde a sonda irá se chocar com o Júpiter.