Nave Gigante Próxima ao Sol – Foto Real

Videos de Naves próximo ao Sol
Videos de Naves próximo ao Sol

Hoje vamos falar sobre dois videos completamente diferentes que estão circulando na Internet, e que coincidentemente falam da mesma coisa.

Uma nave gigantesca estaria próximo ao Sol?

O primeiro vídeo, eu já vou dizendo, 99,99999% de ser fake. Mas o segundo,… tenho certeza que você vai coçar a cabeça!

 

 

O PRIMEIRO VÍDEO

Nave gigantesca próximo ao Sol
Nave gigantesca próximo ao Sol

O primeiro video é sobre uma sequencia de imagens que supostamente teria sido gravado pela NASA e mostra uma gigantesca nave ao lado do Sol. Se já é incrível algo se aproximar do Sol, o mais absurdo acontece quando a nave começa a fazer algo que parece ser um tipo de abastecimento!

Como eu disse, acreditamos ser fake.

Primeiro: Qual material conseguiria se aproximar tão perto do Sol? Qualquer matéria conhecida derreteria ou desintegraria ao se aproximar do Sol.

Segundo: Supondo que houvesse no universo alguma matéria capaz de suportar o calor do Sol. Qual seria então o tamanho disso? Pela proporção que é mostrado no video, a nave deve ter  algo em torno de 20 vezes o tamanho da Terra.

E Terceiro: Provavelmente o video foi postado pela primeira vez no canal de Youtube: SECTION 51 2.0, um canal especializado em criar videos de naves e efeitos especiais.

 

 

 

OS SEGUNDO VIDEO

Nave Próximo ao Sol

Nave Próximo ao Sol

Nave Próximo ao Sol

O segundo video. por outro lado é intrigante. E sabe porque? Essas fotos, são reais, você pode fazer download das imagens diretamente no site de um dos observatórios a serviço da NASA e ESA.

Link do observatório: http://soho.nascom.nasa.gov/

A primeira foto foi obtida no dia 11 de setembro, a segunda no dia 17 e a última no dia 18.

As fotos estavam passando por despercebido, até que o youtuber americano caçador de UFOs Streetcap1 encontrou as imagens e fez a publicação.

Mas o que você acha?

Pelas imagens parece ser uma nave com quatro braços.

E qual a explicação da NASA? Até agora não houve comentários nem da NASA, nem da ESA e nem do observatório.

Uma das hipóteses que possa explicar essas fotos, é que pode ser uma sujeira na lente, ou um ruído da imagem, ou lixo espacial. Uma outra provável explicação é que sejam satélites que estavam no campo de visão da câmera. Quem sabe até a estação espacial.